Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Discursos de posse

Janad se apresenta como 'companheira' de Wanderlei, e Júnior Geo diz que 'toda oposição é burra'

Clima de paz entre deputados e governo marcou solenidade de posse.

Por Arnaldo Filho 1.500
Comentários (0)

01/02/2023 15h55 - Atualizado há 1 ano
Janad Valcari (PL) e Júnior Geo (PSC)

A posse dos 24 deputados estaduais do Tocantins foi marcada por um clima de harmonia entre os Poderes, sobretudo com o chefe do Poder Executivo, o governador Wanderlei Barbosa (Republicanos). Ele é oriundo do próprio parlamento, e desde a sua posse, em outubro de 2021 – ainda como interino – vem preservando a boa relação com o Legislativo.

A sessão solene de posse foi presidida pelo filho do governador, o deputado Léo Barbosa (Repu), e transcorreu de maneira bastante tranquila, muito diferente dos acalorados debates de outras sessões. 

Dentre os novatos, algumas curiosidades. O deputado Gutierrez Torquato (PDT) foi o primeiro a quebrar o protocolo e antes do seu juramento, exaltou a liderança do vice-governador Laurez Moreira (PDT), seu padrinho político.

JANAD VALCARI

Já a deputada Janad Valcari (PL), que discursou em nome dos novatos, deixou claro que é pré-candidata a prefeita de Palmas em 2024. Antes de cumprir o regimento e proferir o juramento, agradeceu – com ênfase – o fato de ter recebido a maior votação para deputado estadual na história da Capital.

Apesar de ter sido eleita pela oposição, Janad já sinalizou alinhamento com o governador Wanderlei Barbosa e afirmou que será sua “companheira”.

"Quero aqui para parabenizar o nosso governador Wanderlei Barbosa, pelo trabalho que vem realizando. Quero dizer a Vossa Excelência que sou sua companheira em busca de melhorias para a vida do nosso Estado, do nosso povo tocantinense e que serei constante ao levar as demandas e necessidades dos municípios até Vossa Excelência. Irei agir para manter a fraternidade e harmonia entre os Poderes Legislativo, Executivo e Jjudiciário, porque acima de qualquer divergência, deve prevalecer o interesse do povo que nos credenciou para estarmos aqui", disse Janad Valcari.

JUNIOR GEO

O deputado Prof. Junior Geo (PSC), que falou em nome dos veteranos, também fez um discurso de paz, dando a entender que há uma parceria ou trégua, mesmo que momentânea, neste início de mandato. Ele ainda fez questão de afirmar que “toda oposição é burra”.

“Já afirmei em diversos momentos quando me perguntam qual é o meu posicionamento aqui nesta Casa: se eu sou base ou oposição. Para mim, toda oposição, por ser oposição, é burra. Não sou oposição ao governador. Sou oposição a coisas erradas. É diferente! O objetivo desta Casa de Leis é somar forças com a sua pessoa, governador, para que tenhamos um Estado forte e desenvolvido, com ações que possam agraciar toda a população tocantinense”, afirmou o parlamentar.

"Continuarei lutando para que o nosso estado se desenvolva e cresça. E não leve pelo lado pessoal porque, em momento algum, eu jamais estarei levando pelo lado pessoal. O senhor [governador] é pai, filho, é irmão, tem família, que eu admiro, e, por isso mesmo, não pessoalizo. As bandeiras continuarão, as lutas continuarão! Desejo a Vossa Excelência o melhor mandato da história do Tocantins", concluiu Junior Geo. 

ACORDÃO ENTRE PALÁCIO E DEPUTADOS

No período da tarde, foram realizadas eleições para a Mesa diretora do primeiro biênio (2023/2024).

Surpreendentemente, um “termo de acordo” foi assinado pelos 24 deputados, tornando a eleição apenas uma formalidade regimental.

Para os primeiros dois anos, foram eleitos: Amélio Cayres (Repu), presidente; Ivory de Lira (PCdB), vice-presidente; Gutierrez Torquato (PDT), 2º vice-presidente; Vilmar Oliveira (SD), 1º Secretário; Janad Valcari (PL), 2ª Secretária; Marcus Marcelo (PL), 3º Secretário e, Eduardo Fortes (PSD), 4º Secretário.  

Para o 2º biênio (2025/2026), foram eleitos: o filho do governador, Léo Barbosa (Repu), como presidente; Cleiton Cardoso (Repu), vice-presidente; Vanda Monteiro (Repu), 2ª vice-presidente; Fabion Gomes (PL), 1º secretário; Eduardo Mantoan (PSDB), 2º secretário; Jair Farias (Repu), 3º secretário; e Wiston Gomes (PSD), 4º secretário.

A FORÇA DO PALÁCIO

As duas eleições, em chapa única, mostram a força e influência do Palácio Araguaia. A escolha de Léo Barbosa para ser presidente no 2º biênio garante, praticamente, que não haverá surpresas nos últimos dois anos da gestão de Wanderlei Barbosa, seja em relação à prestação de contas, eventuais pedidos de impeachement, entre outros.

As articulações, enfim, foram bem amarradas e, pelo que transparece, Wanderlei vai pilotar a nave governamental em “céu de brigadeiro” até o final do mandato.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.