Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Polêmica

Kátia defende Vicentinho e diz que 'esperteza' foi obrigar Siqueira a renunciar em 2014

Senadora disse que Vicentinho prestou uma homenagem ao ex-governador.

Por Arnaldo Filho 2.529
Comentários (0)

05/12/2021 10h06 - Atualizado há 8 meses
Ex-senador Vicentinho Alves e senadora Kátia Abreu

A senadora Kátia Abreu (PP) saiu em defesa do ex-senador Vicentinho Alves após a polêmica causada pela filiação do ex-governador Siqueira Campos ao Partido Liberal, a nova legenda do presidente Jair Bolsonaro.

Nas redes sociais, o deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM), filho do ex-governador, afirmou que a articulação política tem limites e não pode beirar a esperteza ou oportunismo. Ele ressaltou ainda que não atrapalha o merecido descanso do seu pai para tratar sobre política partidária. Siqueira Campos está com 93 anos de idade.

Em seguida, a senadora Kátia Abreu rebateu o comentário do deputado. "Senador Vicentinho Alves, ao filiar Siqueira Campos no PL, não praticou um ato oportunista de articulação política, mas sim de homenagem ao seu querido amigo e mestre de toda uma vida", rebateu a senadora.

RENÚNCIA EM 2014

Kátia Abreu ainda alfinetou Eduardo ao dizer que Siqueira Campos teria sido obrigado a renunciar o mandato de governador em 5 de abril de 2014 pra viabilizar um projeto político nas eleições daquele ano.

"Esperteza e crueldade fizeram aqueles que o obrigaram a renunciar do cargo de governador a troco de articulações espúrias que só prejudicaram o Tocantins. Ou eu estou falando alguma inverdade que o Tocantins inteiro não saiba? Parabéns senador Vicentinho pela homenagem feita ao governador Siqueira. Mesmo que alguém destrua, não importa, sua atitude fica", finalizou Kátia Abreu.

VEJA MAIS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.