PSICULTURA

Peixe exótico do Vietnã tem criação liberada no Tocantins, autoriza nova lei estadual

O peixe é considerado uma espécie exótica.

Por Redação
Comentários (0)

21/09/2021 16h44 - Atualizado há 1 mês
Peixe Panga pode ser cultivado no Tocantins

A partir de agora, o cultivo em cativeiro do peixe pangassius hipophtalmus, mais conhecido popularmente como peixe panga, pode ser realizado no Tocantins. 

A lei estadual nº 3.825 de 17 de setembro, que permite a criação, foi publicada no Diário Oficial do Estado da última sexta-feira. O projeto foi apresentado na Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Jorge Frederico (MDB).

De acordo com a lei, fica autorizada a piscicultura da espécie em cativeiro desde que cumpridas as normas técnicas de engenharia e legislação ambiental vigente.

Famoso pela carne sem espinhas, o peixe é de fácil cultivo e não possui escamas, tem apenas a espinha dorsal. O clima tocantinense também é favorável à criação do peixe panga e, por isso, seu cultivo é mais uma opção para o aquicultor tocantinense.

A liberação de mais uma espécie poderá ampliar a renda dos piscicultores com relevante contribuição para a geração de emprego e renda”, destacou o secretário da secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Jaime Café, órgão que atua no fomento à cadeia produtiva da piscicultura no Estado.

O panga é um peixe de água doce e tem valor comercial baixo. O especialista em peixes Francisco Loffredi explica que o panga tem uma gordura branca que rodeia a sua carne e no meio do filé. Ele acrescenta ainda que esse peixe tem uma carne branca, um pouco rosada e opaca. “É um peixe bom para ser consumido. Ele não tem pele, não tem espinha”, enfatizou o especialista.

Veja íntegra da lei. 

VEJA MAIS 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.