Deusiano Amorim

Ex-secretário no governo Carlesse, delegado assume Secretaria da Cidadania e Justiça

Ele assume a vaga deixada por Heber Luis Fidelis.

Por Conteúdo AF Notícias 1.112
Comentários (0)

05/02/2022 08h31 - Atualizado há 4 meses
Secretaria da Cidadania e Justiça

O governador em exercício Wanderlei Barbosa nomeou o delegado Deusiano Pereira de Amorim como secretário de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), que administra os sistemas penitenciário e socioeducativo, bem como a Polícia Penal. A nomeação dele saiu no Diário Oficial desta sexta-feira (04).

Deusiano Amorim é delegado de carreira da Polícia Civil e já comandou a Secretaria da Segurança Pública (SSP) durante quatro meses em 2018, quando Mauro Carlesse assumiu o governo.

O delegado assume a vaga deixada pelo advogado Heber Luis Fidelis, que foi exonerado no dia 1º de fevereiro. Geraldo Divino Cabral estava no comando interino da pasta nesse intervalo.

Heber Fidelis ocupava o cargo de secretário desde 20 de abril de 2018, início da gestão Carlesse, e recentemente agitou os bastidores da política após prestar um depoimento bombástico à Polìcia Federal no qual confirmou a existência do 'Propinoduto' - esquema de cobrança de propina em contratos do Governo do Estado.

No depoimento, Fidelis chegou a citar deputados estaduais e até o governador Wanderlei Barbosa, gerando desconforto no Palácio Araguaia. Por isso, a exoneração dele era apenas uma questão de tempo, segundo fontes.

O ex-secretário contou no depoimento sobre uma conversa com o deputado federal Carlos Gaguim (DEM), na qual o parlamentar teria pedido para que o novo governo não insistisse em abrir mais investigações, pois Carlesse teria provas contra Wanderlei sobre propina relativa a um contrato de aquisição de cestas básicas pela Secretaria de Assistência Social do Estado.  

Ao saber das ameaças, Wanderlei teria tido uma intensa discussão por telefone com o deputado. “O governador Wanderlei disse ao Gaguim que não tinha medo das ameaças de Mauro Carlesse e que seguiria investigando as supostas irregularidades no governo”, pontuou o ex-secretário no depoimento.

VEJA MAIS 

A nomeação

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.