Praia da Tartaruga

Prefeito recua, cancela temporada de praia e fixa multa de R$ 500 para quem descumprir

Moradores da cidade chegaram a questionar na justiça a liberação da praia.

Por Redação 3.576
Comentários (0)

09/07/2020 16h51 - Atualizado há 3 semanas
Praia da Tartaruga está entre as com maior fluxo turístico no rio Tocantins

A tradicional temporada da Praia da Tartaruga foi cancelada novamente, na cidade de Peixe (TO). Após autorizar a visitação aos pontos turísticos do município e ser questionado judicialmente por moradores, o prefeito da cidade, José Augusto Bezerra Lopes (DEM), recuou da medida e publicou um novo decreto, nesta quinta-feira (9), anulando o anterior.

"Era uma medida necessária para proteger empregos e setor turístico da nossa cidade. Tomamos medidas de proteção que deviam ter sido obedecidas pela população e pelo nosso empresariado. Mas ao mesmo tempo, a Covid-19 avançou muito em nosso Estado e nesta semana atingimos a marca de 80% dos leitos de UTI ocupados na região sul. Em razão disso e da falta de adesão às medidas de protetivas, revogamos o decreto. Não podemos arriscar a saúde da nossa população", explicou o prefeito.

A proibição já vale a partir de hoje. Não são permitidas festas, visitação, acampamentos e quaisquer outras atividades que gerem aglomeração de pessoas, mesmo em áreas particulares.

Também está proibida a abertura de hotéis e pousadas e o consumo de bebidas alcóolicas em estabelecimentos comerciais. Quem for flagrado desrespeitando as medidas contra a covid-19 será multado de R$ 500,00.  

RELACIONADAS

Prefeito volta atrás e decide realizar tradicional temporada de praia no sul do Tocantins

Moradores vão à justiça contra liberação de praia no Tocantins; juiz dá 24h para explicações

APOIO AOS QUE VIVEM DA TEMPORADA DE PRAIA

Para garantir o sustento de quem vive da renda gerada pelo turismo durante a temporada de julho, a prefeitura também adotou uma medida inovadora.

“Os trabalhadores que vivem da temporada de praia, os barqueiros, barraqueiros, pessoal das tendas, serão contratados para fazer a fiscalização no rio Tocantins e garantir que o decreto seja cumprido. Já catalogamos todos que trabalham na temporada. Nosso esforço é para garantir o sustento de quem tinha como base a renda gerada em julho e para suprir a carência de equipe que atue na fiscalização”, afirmou.

Hoje são 18 funcionários da Vigilância Sanitária trabalhando na fiscalização do comércio e nas barreiras sanitárias. Agora, com a nova contratação, serão 54 servidores para assegurar um controle mais eficiente.

GRATIFICAÇÃO NA SAÚDE

A prefeitura de Peixe anunciou o pagamento de gratificação extraordinária aos servidores da saúde durante a vigência da calamidade de saúde pública provocada pelo coronavírus.

Médicos, dentistas, enfermeiros, assistentes sociais, fisioterapeutas e farmacêuticos passam a receber uma gratificação extra de R$ 500,00; técnicos e auxiliares de enfermagem, técnico em higiene bucal, agentes de combate a endemia e motorista receberão R$ 300,00; já para os fiscais da vigilância sanitária, agentes de saúde, vigia do PSF e da vigilância em saúde, auxiliar de serviços gerais e administrativo, a gratificação é de R$ 250,00. O projeto de lei ainda será votado na Câmara de Vereadores.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.