Lei da Mordaça

Em vídeo, dupla Henrique & Juliano sai em defesa da Polícia Civil do Tocantins

A dupla ressalta o trabalho da Dracma, a delegacia de combate à corrupção.

Por Nielcem Fernandes 2.612
Comentários (0)

12/03/2019 19h23 - Atualizado há 2 meses
Dupla Henrique e Juliano

Um vídeo postado pelo delegado Bruno Boaventura em sua conta no Facebook na tarde dessa terça-feira (12) está viralizando nas redes sociais.

Na postagem, a dupla sertaneja tocantinense Henrique & Juliano aparece em um vídeo defendendo o trabalho da Polícia Civil do Tocantins, que segundo o ranking da Polícia Federal, é o Estado que mais combateu a corrupção entre os anos de 2014 e 2018.

A dupla ressalta o trabalho da Delegacia de Delegacia de Repressão a Crimes de Maior Potencial Contra a Administração Pública (Dracma).

“Estão tentando derrubar a Polícia Civil do Tocantins, especialmente a DRACMA, que investiga crimes políticos, que realmente vai no pé de quem pode tá devendo ou não. Se você é contra a DRACMA é porque você está devendo. Quem não tem nada a dever, não tem porque ter medo de polícia”, disse o cantor Henrique.

Entenda

As manifestações começaram logo após o governador Mauro Carlesse (PHS) assinar o decreto n° 5.915/2019 que já vêm sendo apelidado como “lei da mordaça”. O ato causou polêmica entre delegados e suscitou críticas de outros setores da sociedade.

Um dos pontos mais criticados do novo manual trata da proibição dos delegados de criticar autoridades públicas em entrevistas ou divulgar nomes de pessoas investigadas em operações policiais.

Além disso, o novo decreto também proíbe que o cumprimento de mandados de busca e apreensão seja acompanhado pela imprensa e determina ainda que buscas em repartições públicas só podem ser realizadas com o conhecimento e autorização do Delegado-Geral de Polícia, cargo que é preenchido por indicação direta do governador.

Veja o vídeo:

Vídeo

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.