Sem ninguém pra vigiar

Produtor rural aposta na honestidade e vende produtos em barraca 'pegue e pague' no Tocantins

Todos os preços são tabelados e as mercadorias organizadas de maneira a facilitar a compra.

Por Nielcem Fernandes 2.438
Comentários (0)

03/09/2019 11h21 - Atualizado há 1 semana
A barraca está funcionando há um mês e o produtor disse que o negócio está indo bem

Uma barraca com produtos naturais para a comercialização vem chamando a atenção de motoristas que passam pela TO-080, a cerca de 18 km de Paraíso do Tocantins, região central do Estado.

Diferentemente do que estamos acostumados, o produtor rural apostou no negócio do tipo 'pegue e pague', sem a presença de um vendedor, acreditando na honestidade e consciência dos clientes.

Um vídeo gravado por um motorista que passa com frequência pelo local está circulando nas redes sociais e a barraca "Temperos Tia Vilma" já está ficando famosa.

A barraca pertence ao produtor rural Evaldo Braga, de 70 anos. Ele contou à equipe do AF Notícias que a ideia é resgatar a honestidade e a confiança entre as pessoas.

“Eu tenho 70 anos. Na minha época o pessoal tinha muita consciência. Eu morava em Pium e lá todo mundo comprava em uma safra para pagar na outra. Eu acredito na consciência das pessoas e queria resgatar essa consciência de honestidade. Toda pessoa tem de ser livre para comprar e pagar sem ter necessariamente uma pessoa vigiando o tempo todo", explicou.

Segundo o produtor, a barraca está no local há cerca de um mês e a experiência tem sido extremamente positiva. “Está funcionando muito bem. Lá tem uma caixinha que é aberta, que tem troco e às vezes quando o pessoal não tem dinheiro para pagar deixa um recado lá na barraca e passa depois para pagar. O pessoal pega e paga direitinho e eu só vou lá para pegar o dinheiro e colocar mais mercadorias”, disse.

Na barraca os clientes encontram diversos temperos, além de produtos orgânicos produzidos na propriedade do agricultor. Todos os preços são tabelados e as mercadorias organizadas de maneira a facilitar a compra e o respectivo pagamento.

Mensagens de incentivo a conscientização na relação entre cliente e comerciante estão espalhadas pela barraca. No local, os clientes podem anotar em um caderno o que foi consumido e ou deixar uma mensagem para o produtor.

VÍDEO:

Vídeo

 

LEIA TAMBÉM

+ UPA de Araguaína oferta mais de 1.000 picolés sem fiscalização para incentivar honestidade

+ Honestidade da população de Araguaína tem saldo positivo de 92,5%, mostra 'teste' aplicado na UPA

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.