Concurso da PM-TO continua suspenso mesmo com posse de novo governador

Agnaldo Araujo -
Foto: Governo do Tocantins
Polícia Militar do Tocantins

O concurso da Polícia Militar do Tocantins continua suspenso mesmo com a posse do governador Mauro Carlesse (PHS) para o mandato-tampão até o dia 31 de dezembro de 2018.

A informação foi confirmada pela comissão do concurso da PM-TO na tarde desta segunda-feira (09). O certame ofertou 1.040 vagas para soldados e oficiais.

O concurso foi suspenso ainda em março de 2018, mês da realização das provas objetivas, por decisão do Tribunal de Justiça do Tocantins e decisão administrativa do Tribunal de Contas do Estado.

A comissão afirmou que está empenhando todos os esforços junto aos órgãos para agilizar a solução dos entraves que fundamentam as respectivas decisões.

O Comando [da PM-TO] aguarda as decisões a fim de que possa dar continuidade às demais fases do concurso”, afirmou a comissão.

O concurso suspenso

Na época da suspensão do concurso, o Tribunal Superior Eleitoral havia cassado o mandato do então governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice, Cláudia Lelis (PV), acusados de caixa 2 e abuso de poder econômico.

A decisão do TJ também impediu que Marcelo Miranda promovesse policiais militares e preservou a segurança do certame diante da conturbada situação política que o Estado iria passar.

A esperança de muitos candidatos é que o certame seja retomado nos próximos meses, tendo em vista a segurança política obtida com a posse de Carlesse como governador pelos próximos seis meses.

Fraude

Um novo detalhe também poderá colocar em risco a continuidade do concurso da Polícia Militar. É que no dia 21 de junho, a Polícia Civil prendeu 13 suspeitos de fraudar o certame.

Segundo a polícia, cerca de 100 candidatos podem ter sido beneficiados com a fraude.

Veja mais…

Concurso da PM-TO deve ser cancelado ou ter provas reaplicadas; fraude beneficiou cerca de 100 candidatos

 

Veja quem são os 13 candidatos acusados de fraude no concurso da PM do Tocantins

 

Comentários pelo Facebook: