Após colapso

Governo contrata 10 leitos de UTI em instituto de Araguaína e convoca 150 médicos do HRA

Rede pública de saúde atingiu colapso no sábado, 1º de agosto.

Por Redação 824
Comentários (0)

04/08/2020 10h49 - Atualizado há 1 mês
Equipamentos de UTI Covid

Após o colapso na rede pública de saúde no norte do Tocantins, o Governo contratou o Instituto Sinai Serviços Médicos Ltda para gestão de 10 novos leitos de UTI Covid na cidade de Araguaína, ao custo de R$ 2,4 milhões.

Os leitos ampliarão a assistência hospitalar da rede estadual de saúde. O extrato do contrato foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (3).  

“É importante assegurarmos que nosso trabalho é incessante no sentido de garantir esta assistência. A população deve compreender ainda que seu papel neste enfrentamento é fundamental, o isolamento social é a melhor forma de prevenção da Covid-19”, diz Edgar Tollini, secretário de Estado da Saúde. 

Cumprindo determinação da justiça, o Estado convocou mais de 150 profissionais médicos que já fazem parte do quadro de pessoal do Hospital Regional de Araguaína para que compareçam à unidade e se apresentem na direção da unidade para atuarem nos casos de urgência e emergência relacionados à covid-19. O objetivo é colocar em funcionamento os 7 leitos de UTI Covid que estão ociosos na unidade hospitalar. Dos 17 leitos exclusivos, atualmente, apenas 10 estão em operação.

O Governo do Tocantins ainda cedeu ao Município de Araguaína 10 ventiladores pulmonares, equipamento essencial para o tratamento de pacientes graves. 

Veja mais...

+ Sistema de saúde atinge colapso na região norte do Tocantins; UTI's estão 100% lotadas

+ Após colapso, Governo tem 24h para colocar em operação mais 7 leitos de UTI em Araguaína

+ Em carta aberta, coordenadores do HRA afirmam que Araguaína está 'relegada a 2º plano'

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.