PreviPalmas

Com braço direito de Amastha na prisão, CPI vai apurar rombo de R$ 50 milhões em Palmas

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

07/08/2018 13h16 - Atualizado há 1 mês
Nielcem Fernandes // AF Notícias O vice-presidente da Câmara de Palmas, vereador Léo Barbosa (SD), assumiu a presidência da Casa e já instaurou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do PreviPalmas que estava engavetada pelo presidente afastado José Lago Folha Filho (PSD) desde abril de 2017. "Assumi interinamente a presidência da Câmara Municipal de Palmas e já conseguimos dar uma resposta rápida ao povo de Palmas. Instauramos a CPI do Previpalmas que investigará os rombos e direcionamentos do dinheiro da aposentadoria do servidor público de nosso município, fruto do suor e trabalho daqueles que contribuem com nossa cidade", disse Léo Barbosa. Folha estava foragido da justiça desde a última sexta-feira (3), mas se apresentou na noite dessa segunda-feira (6), prestou depoimento e foi conduzido à Casa de Prisão Provisória de Palmas. Folha é o braço direito do ex-prefeito Amastha e estava travando a criação da CPI desde o ano passado. Ele é um dos alvos da 2ª fase da Operação Jogo Limpo da Polícia Civil que investiga desvio R$ 7 milhões da Prefeitura de Palmas através de convênios feitos com entidades esportivas com a Fundesportes. A CPI irá investigar a aplicação temerária de R$ 30 milhões no fundo de investimentos Icla Trust, por meio do projeto Cais Mauá, em Porto Alegre (RS), e outra de R$ 20 milhões no Fundo Tercon. Icla Trust é o novo nome da empresa NSG, que causou um prejuízo de R$ 330 milhões ao Igeprev - Instituto de Previdência do Estado do Tocantins. Agora, os líderes do Legislativo Municipal têm 48 horas para indicarem os membros da CPI. ENTENDA Em abril de 2017, o vereador Júnior Geo (PROS) apresentou um requerimento para criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Palmas para investigar atos do Poder Executivo que deixaram vulneráveis mais de R$ 500 milhões que pertencem ao PreviPalmas. Após recolher as assinaturas obrigatórias para criação da CPI, em maio de 2017, o vereador cobrou celeridade na votação do pedido pelo plenário da Câmara e acusou o presidente da Casa, José Lago Folha (PSD), de ‘travar’ a criação da comissão para investigar o PreviPalmas, ao não inserir o assunto na pauta. Ainda em dezembro de 2017, o Tribunal de Contas do Tocantins (TCE) julgou irregular a prestação de contas (PreviPalmas), referente ao ano de 2013. Na época das irregularidades, o instituto estava sob a gestão de Neyzimar Cabral de Lima, indicado pelo então prefeito Carlos Amastha. Em fevereiro deste ano, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, Alberto Sevilha, requereu inspeção na aplicação de R$ 30 milhões feita pelo instituto numa empresa que teria causado rombo de R$ 400 milhões no Igeprev. O fato suspeito foi revelado pelo jornalista de Brasília, Mino Pedrosa, numa publicação intitulada 'PreviPalmas – a digital do crime'. Veja mais http://afnoticias.com.br/pf-investiga-fundo-que-amastha-aplicou-r-30-milhoes-dos-servidores-projeto-atraiu-aventureiros/ http://afnoticias.com.br/mpf-investiga-possivel-rombo-de-r-50-milhoes-da-gestao-amastha-no-previpalmas/ http://afnoticias.com.br/camara-trava-criacao-de-cpi-para-investigar-aplicacao-de-recursos-do-previpalmas/ http://afnoticias.com.br/previpalmas-perdeu-r-25-mil-em-apenas-23-dias-com-aplicacao-em-corretora-que-deu-prejuizo-ao-igeprev/

Comentários (0)

Mais Notícias

ASTT

Mais de 220 veículos apreendidos em Araguaína serão leiloados em novembro

Segundo o edital, todos os veículos estão na modalidade circulação e foram recolhidos durante operações de fiscalização.

Protesto

Moradores plantam pés de banana no meio de rua esburacada no norte do Estado

Moradores também reclamaram do atraso nas obras de pavimentação.

Trânsito

Acidente em rotatória mata jovem e deixa outro gravemente ferido em Palmas

Moradores reclamam que não há iluminação e a sinalização é precária na rotatória.

Notícias falsas

TSE vai anunciar medidas contra fake news após tensão entre Haddad e Bolsonaro

A semana que passou foi tensa, pois Haddad acusou Bolsonaro de estar por trás do esquema.

Concurso PM

Por requisição do MPE, PM vai apurar falhas no concurso para soldado e oficial

Cerca de 16 candidatos são acusados de fraudar as provas para o concurso da PM do Tocantins

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.